Busca

Categoria

História em Quadrinhos

BEAR

Fala gente bonita,

Hoje eu vou falar sobre Bear que é um quadrinho da Bianca Pinheiro, feito pela editora Nemo. A primeira história que eu li deste gênero foi O Muro e já cheguei a fazer um post dele aqui no blog. Eu achei uma ótima experiência, então embarquei em outros livros do gênero e eu estou ficando apaixonada. Então hoje vamos falar sobre Bear!

Bear é a HQ mais fofa que eu já li, conta a história da linda Raven que se perdeu de seus pais e para achá-los ela pede ajuda a um grande urso marrom chamado Dimas. Juntos os dois irão passar por grandes aventuras e aos poucos vamos ver uma bela amizade crescendo.

O que atrapalha a busca Raven, é que ela não sabe onde é a sua casa e nem como se perdeu de seus pais. Então os dois têm que basicamente desvendar esse mistério sem nenhuma pista para ajuda-los. Raven até tenta fazer um desenho de seus pais, mais não é de grande ajuda…

SelfieCity_20160713084250_org

Eu só li o primeiro volume então não sei ainda qual será o desfecho da história, mas posso afirmar para vocês que não tem como não se encantar. Raven é uma doçura de criança e o Dimas é incrivelmente rabugento, essa mistura um pouco diferente é capaz de arrancar boas risadas. Ao decorrer dos quadrinhos também acabamos vendo diversas menções ao mundo nerd que nos divertem (até Sherlock Holmes dá as caras na história!).

Me ouvi fazendo “awnn” com a fofura da personagem e até mesmo com a própria autora que no final deixa um belo agradecimento aos seus fãs e na última página podemos conhecer mais sobre ela, descobrimos que a Bianca “sonha com o dia em que o um mundo será um musical e todos sairão cantando e dançando em sincronia palas ruas.” (Tão fofa quanto a Raven!).

E só para ficar a dica para vocês, originalmente Bear começou como uma webcomic e se você quiser saber mais, pode clicar em um dos links abaixo.

https://www.facebook.com/bear.webcomic

http://bear-pt.tumblr.com/

http://bianca-pinheiro.tumblr.com/

Um belo designer, uma boa história e personagens incríveis, não tem como ter erro

Leia Bear e ganhe um pouco mais de doçura na sua vida.

Divirta-se!

Se vocês gostaram do post deixem sua curtida ali em baixo, me mandem uma dica leitura para o meu e-mail alana.s.cruz@hotmail.com ou deixem aí nos comentário e corre para dar aquela passadinha lá no meu insta @alana.s.cruz , ok?

Nos vemos entre as páginas da web,

Beijos e boa leitura!

PnXtghO

Anúncios

O Muro

Hey people,

Então, faz alguns dias que dei uma passadinha em algumas livrarias e acabei sendo fisgada por uma graphic novel. Para quem não sabe a graphic novel chega a ser parecida com HQ, mas não é a mesma coisa (se você quiser saber mais, dá uma olhadinha neste blog: https://rainhadoslivros.wordpress.com/2013/11/20/qual-a-diferenca-entre-hq-graphic-novel-e-manga/).  Enfim, uma das minhas compras foi uma graphic novel chamada “O Muro”, escrito por Céline Fraipont e Pierre Bailly. Todo o enredo se passa no ano de 1988 e conta história de uma jovem menina que tem de lidar com sua adolescência, sem o apoio e cuidado da família. Aviso logo que é uma leitura pesada e o seu gráfico dá um toque ainda mais angustiante história. Antes de começar a falar, que tal dar uma olhada na sinopse?

“O Muro é uma história poética, forte e pungente, desfiada por um desenho frio como o toque de um bisturi, que arrasta o leitor pelos caminhos obscuros de uma adolescência problemática ao som do punk rock. Estamos em 1988. Numa monótona cidadezinha do interior belga, Rosie, uma menina de 13 anos, se vê entregue à própria sorte – sua mãe fugiu com outro homem numa aventura amorosa, e seu pai vive mergulhado no trabalho. Roída por uma rotina morna e vazia, Rosie fica completamente desorientada. Assiste, impotente, à transformação de sua personalidade, ora apavorada, ora determinada, diante da melancolia que a invade e traça os contornos de sua nova vida.”

E aí? Sentiu o peso? Bem, então vamos lá!

No livro encontramos uma leitura fácil que rapidamente te envolve, tornando impossível não se apegar e não sentir as dores de Rosie como se fossem suas. Olhar sobre as perspectivas de uma menina solitária te faz pensar nas diversas crianças pelo mundo que acabam fazendo escolhas erradas por não receberem apoio de seus familiares. O designer dos quadrinhos te diz exatamente o que sentir e o leva a uma viagem para um mundo solitário e frio, para isso a história se utiliza do monocromático, então não se engane apesar da capa colorida, todas as cenas reproduzidas são feitas nas cores preto e branco. Em muitas cenas não existem nenhum diálogo, mas isso não é problema, pois o desenho bem detalhado é o suficiente para fazer você se emocionar.

Bem agora que eu já dei uma curta introdução sobre o designer vamos falar sobre Rosie?

A adolescência é um período conturbado para qualquer um, pois é nessa época onde nos sentimos mais vulneráveis e estamos começando a construir a personalidade e a lidar com nossas primeiras responsabilidades. Transitando entre a infância e a vida adulta Rosie se vê sozinha sem nenhuma orientação e ao mesmo tempo em que ela tem o primeiro contato com as drogas e álcool, ela continua sendo uma menina com problemas de espinhas e medo de estar sozinha em casa. Durante todo o desenrolar dos acontecimentos você se pergunta qual pode ser o desfecho desta história, a história de uma menina solitária, largada pela família, que sofre por ter que decidir sozinha os rumos da sua vida e ainda tem que lidar com os problemas da adolescência e depressão. Uma triste realidade para diversas crianças e adolescentes que têm de se tornar adultos antes do tempo.

Então se você quiser se aventurar em um novo tipo de leitura leia “O Muro”, a graphic novel que mexeu comigo durante semanas depois de já ter terminado a leitura. Fica dica, ok? E se você já leu ou pretende ler esta história, deixe seu comentário. Estou curiosa para saber!!

E aí? Você tem alguma dica de leitura?

Se tiver mande para o meu e-mail: alana.s.cruz@hotmail.com, estarei esperando. Aproveita e  passa lá no meu Instagram: @alana.s.cruz e fique de olho nas novidades.

Beijos, tenham uma boa leitura ;*

Blog no WordPress.com.

Acima ↑