Fala gente, tudo bem?

Atualmente as pessoas andam reclamando de tudo às vezes com razão e às vezes sem. Qualquer coisa que cai na rede pode vir acabar tomando proporções maiores do que deviam, transformando a internet em um território perigoso. Todos parecem ter uma opinião e querem impor suas ideias. O problema não está em ter uma opinião, mas sim em transmitir de forma agressiva e indevida, considerando-se o detentor da verdade absoluta e é triste perceber que tal situação vem alcançando o mundo literário como temos visto acontecendo com os polêmicos livros dos youtubers.

Diversos amigos puxaram essa discussão comigo e hoje quero trazer para você. Então me diga:

O que você acha dos livros dos youtubers?

Para ser sincera eu ainda não tive interesse de iniciar uma dessas leituras, mas essa discussão vem chamando a minha atenção já há algum tempo. Muitos leitores se mostram estar revoltados com a produção desses livros, alegando que estes possuem pouco conteúdo e que são irrelevantes de forma geral. Então vamos lá!

Aqueles que se opõem a produção desses livros alegam além da falta de conteúdo, que eles são somente um meio de se ganhar dinheiro. O que não deixa de ser uma verdade, já que vivemos em um mundo capitalista onde trabalhamos para ganhar dinheiro; ganhamos dinheiro para comprar; compramos e consequentemente fazemos dividas para que assim sejamos obrigados a trabalhar em uma carga horária maior para conseguirmos mais dinheiro.

Então sim as grandes empresas estão percebendo que o youtube é uma boa fonte de renda e estão querendo arrecadar com isso. Tinha uma época onde todo livro havia bruxos, depois vampiros e agora estamos em um período onde os livros se passam em um futuro apocalíptico, então qual é o problema se temos livros que falam de youtubers?

Eu não vejo problema algum, já que esses livros possuem a capacidade de introduzir novos leitores ao mundo literário. No Brasil ainda possuímos muitos jovens sem interesse em ler, então se existe um livro que possui a capacidade de atrair os adolescentes, então qual seria o grande problema?

Na minha humilde opinião todos se preocupam demais com a vida dos outros e penso que se você não quiser ler um desses conteúdos é só não comprar, é uma escolha tão simples. Não existem motivos para todos ficarem se atacando e distribuindo ódio gratuito. O nosso mundo já anda bem caótico, então vamos começar a deixar que a internet, livros e etc. sejam a nossa distração e não um campo de guerra!

Se você gostou do post deixe sua curtida no final da página e me conte nos comentários o que você acha desse assunto ou se você já leu algum!

Beijos e boa leitura!

Anúncios