Busca

mês

julho 2016

Máquina de Armas

Fala aí, tudo bem?

Ontem foi terça, era dia de resenha e não postei nada, pois graças ao meu professor da faculdade que resolveu passar quatro trabalhos no domingo para serem entregues na terça, ou seja, tive que fazer o resumo de um livro e de dois artigos, comentar todas as leis relacionadas ao ensino de Libras e fazer uma resenha do filme O Milagre de Anne Keller, se você não assistiu esse filme assista é muito bom! Enfim, não deu tempo e por isso apareci aqui hoje para falar do livro Máquina de Armas do autor Warren Ellis, que é um escritor de HQ e graphic novel. Então se você não conhece ele dá um crtl+c ctrl+v e faz uma pesquisa rápida no Google. OK? Vamos lá!

MÁQUINA DE ARMAS

John Tallow é um policial viciado em livros de histórias que perdeu um parceiro que era seu único amigo e agora está de frente com um caso mais complicado da policia de Nova York. Acontece que no mesmo caso em que Tallow perdeu seu parceiro, ele achou um quarto cheio de armas e todas fizeram parte de crimes não resolvidos.

 Por vinte anos o assassino cometeu crimes e nunca foi pego. Agora John Tallow deverá lidar com a morte de seu amigo e  resolver centenas de casos, mas para isso ele vai precisar da ajuda dos peritos mais loucos e maravilhosos.

Máquina de Armas é um suspense maravilhoso. Em alguns momentos eu fiquei meio entediada, porém sempre acontecia alguma coisa que me fazia amar a história novamente. O que mais gostei do livro foram os personagens, todos eram incrivelmente cativantes e com muita personalidade.

Além de Tallow, conhecemos os peritos Bat um cara maluco, que tem um intestino muito instável e é um nerd da informática e Scarly que gosta de implicar com todo mundo e é casada com Talia. Todos os personagens me levaram a dar boas risadas, os três juntos formam uma mistura muito esquisita e que dá muito certo!

Todo o livro é muito bem detalhado e as cenas de violência são expostas sem medo de dar errado. A mistura de humor, suspense e violência foram perfeitas e deram um toque especial. Há muito tempo eu não lia o livro do gênero que me agradasse tanto, simplesmente cativante. Se você gosta de livros de policial essa é uma boa dica!

Então gente, por hoje é isso se gostou do post deixe a sua curtida no final da página e me conte lá nos comentários se você gosta de livros de suspense e se já leu algum. Não se esquece de dar aquela passadinha lá no meu insta @alana.s.cruz e mandar um e-mail para alana.s.cruz@hotmail.com me dando uma dica de livro, ok?

Beijos e boa leitura!

Anúncios

O que dizer sobre os livros dos youtubers?

Fala gente, tudo bem?

Atualmente as pessoas andam reclamando de tudo às vezes com razão e às vezes sem. Qualquer coisa que cai na rede pode vir acabar tomando proporções maiores do que deviam, transformando a internet em um território perigoso. Todos parecem ter uma opinião e querem impor suas ideias. O problema não está em ter uma opinião, mas sim em transmitir de forma agressiva e indevida, considerando-se o detentor da verdade absoluta e é triste perceber que tal situação vem alcançando o mundo literário como temos visto acontecendo com os polêmicos livros dos youtubers.

Diversos amigos puxaram essa discussão comigo e hoje quero trazer para você. Então me diga:

O que você acha dos livros dos youtubers?

Para ser sincera eu ainda não tive interesse de iniciar uma dessas leituras, mas essa discussão vem chamando a minha atenção já há algum tempo. Muitos leitores se mostram estar revoltados com a produção desses livros, alegando que estes possuem pouco conteúdo e que são irrelevantes de forma geral. Então vamos lá!

Aqueles que se opõem a produção desses livros alegam além da falta de conteúdo, que eles são somente um meio de se ganhar dinheiro. O que não deixa de ser uma verdade, já que vivemos em um mundo capitalista onde trabalhamos para ganhar dinheiro; ganhamos dinheiro para comprar; compramos e consequentemente fazemos dividas para que assim sejamos obrigados a trabalhar em uma carga horária maior para conseguirmos mais dinheiro.

Então sim as grandes empresas estão percebendo que o youtube é uma boa fonte de renda e estão querendo arrecadar com isso. Tinha uma época onde todo livro havia bruxos, depois vampiros e agora estamos em um período onde os livros se passam em um futuro apocalíptico, então qual é o problema se temos livros que falam de youtubers?

Eu não vejo problema algum, já que esses livros possuem a capacidade de introduzir novos leitores ao mundo literário. No Brasil ainda possuímos muitos jovens sem interesse em ler, então se existe um livro que possui a capacidade de atrair os adolescentes, então qual seria o grande problema?

Na minha humilde opinião todos se preocupam demais com a vida dos outros e penso que se você não quiser ler um desses conteúdos é só não comprar, é uma escolha tão simples. Não existem motivos para todos ficarem se atacando e distribuindo ódio gratuito. O nosso mundo já anda bem caótico, então vamos começar a deixar que a internet, livros e etc. sejam a nossa distração e não um campo de guerra!

Se você gostou do post deixe sua curtida no final da página e me conte nos comentários o que você acha desse assunto ou se você já leu algum!

Beijos e boa leitura!

TAG: MINHA PLAYLIST

Fala galera linda, beleza?

Hoje irei responder uma tag do meu querido Gustavo, lá do blog Saga das Músicas e se por acaso você ainda não conhece, pode parar o que está fazendo agora e correr para dar uma olhada. O blog do Gustavo é maravilhoso e eu não consigo ficar muito tempo sem saber o que ele anda postando. Então para tudo e vai lá. NOW! Ok? Já foi? Então vamos lá!

*Obs.: Essa é uma tag de música, e vou me esforçar ao máximo para responder, porém aviso logo, não sou expert e nem muito atualizada. Então não sei o que vai sair da minha playlist! Kkk.

1- Qual foi a ultima música que você ouviu?

R: Neon Jungle – Braveheart

2- Qual é o artista com maior número de músicas na sua Playlist?

R: Beatles – 51 músicas

3- Qual é a música mais tocada na sua Playlist?

R: Zion.t – no make up (Não me julguem, gosto de K-pop e antes de dizer que asiático são todos iguais você deveria experimentar!).

4- Música que você baixou (fez download) mais recentemente.

R: The Chainsmokers – New York City.

5- Álbum Favorito.

R: James blunt – Some Kind of Trouble (algumas pessoas não gostam deste álbum, mas eu adoro!).

 6- Música na qual você está viciado no momento. 

MØ – Final Song (Como amo essa música, batida e a voz dela s2).

 7- Música menos ouvida da sua Playlist.

R: Mama da J.Lo, nem sei por que baixei… Gostei da música por 3 segundos depois enjoei.

8- Uma Música, Artista ou Álbum que você indique.

R: Coeur de Pirate é uma cantora canadense de música indie. Sem exagero a voz dela é maravilhosa. Ela é maravilhosa!

Essas são as minhas singelas respostas. Eu queria fazer um post parecido com o blog do Gustavo, mas eu não estava conseguindo tirar print do meu celular. Então resolvi fazer assim mesmo… Simples, mas de coração s2.

Eu me diverti respondendo essa Tag e enquanto eu escrevia pensei em alguns blogs que gostaria de saber a playlist. Então vou indicar a linda Bruna do Aleatoriando Blog, a fofa da Naty do blog Querido Diário e o Felipe do blog A Crise dos Dezesseis que conheci há pouco tempo, porém já gosto!

Então por hoje é só isso, visitem os blogs que eu citei e passa lá no meu insta @alana.s.cruz . Deixe seu curti no final da página e me diz nos comentários se você conhece algum dos artistas da minha playlist ou se você gosta de K-pop. Estou curiosa para saber!

Beijos e apertem o play!

 

 

Quem Tem Medo Do Ridículo?

Fala galera, tudo beleza?

Hoje vamos falar de um livro da Ruth Rocha, uma autora brasileira de grande importância para a literatura infantojuvenil que aborda em suas obras temas ligados a vida cotidiana dos pequenos.  Então vamos lá.

Quem tem medo do ridículo?

Quem nunca teve aquela vontade de enfiar a cabeça de baixa da terra ou fugir de tanta vergonha?

Pois bem é sobre isso que vamos discutir no livro Quem Tem Medo Do Ridículo?  Todo mundo pelo menos uma vez na vida sentiu aquele frio na barriga só de pensar na possibilidade de pagar um mico em público. Nessas horas sempre vem aquele pensamento “o que todos irão pensar de mim?”.

A verdade que apesar da inocência dos pequenos eles também sentem medo de passar vergonha na frente dos colegas. E por isso a Ruth Rocha vem trabalhar o assunto com a criançada através de um poema que brinca com as palavras e transforma esse medo em algo sutil do nosso dia a dia.

E se pararmos para pensar nós às vezes deixamos esse medo do ridículo tomar proporções maiores do que deveriam e por isso acabamos deixando de fazer coisa que gostamos só pelo medo do que os outros irão pensar. No entanto quando você olha a sua volta percebe que todo mundo é um pouco ridículo e por isso não devemos viver com medo de algo que talvez nem aconteça.

Vergonha todos nós temos, só precisamos lembrar que todos são um pouco ridículos!

SelfieCity_20160722080716_org
Se pensarmos um bocado / chegamos a conclusão / que ridículos são todos: / depende da ocasião!

Eu preciso assumir que fico com vergonha rapidamente e acabo ficando toda vermelha com minhas orelhas queimando de uma forma assustadora. Só que como faço curso de pedagogia, sempre tenho que fazer palestras e seminários, por isso acabo sendo obrigada a encarar meu medo do ridículo. Acho que estou ficando menos tímida… Será? Kkkk

Enfim, todos nós temos algum medo e às vezes até vergonha, o que importa é não deixar que isso nos impeça de seguir com a nossa vida. Nunca desista por achar que não vai conseguir não se limite por pensar no que os outros irão achar. Se permita ser você, experimente coisas novas e não pense nos outros, afinal todos nós somo ridículos!

Agora me fala, você tem vergonha de alguma coisa? Já pagou um mico daqueles? Conta lá nos comentários. Eu preciso assumir que sempre passo alguma vergonha. Uma delas é que eu tenho pavor (PAVOR MESMO) de lagartixa, quando eu vejo alguma não sei qual poderá ser a minha reação, pode ser que eu chore, grite, fique em posição fetal até que alguém me salve ou tudo isso de uma vez. Nunca se sabe! Agora imagine isso acontecendo em público! Acredite se quiser uma vez eu tentei me salvar de uma lagartixa com um guarda-chuva de bolinhas!

Depois de contar isso eu vou embora, não se esqueçam de deixar seu comentário, dar aquela curtida no final da página e me mandar aquele e-mail esperto com alguma dica de leitura para: alana.s.cruz@hotmail.com e aproveita para passar no meu insta @alana.s.cruz.

Beijos e boa leitura!

SelfieCity_20160722083250_org-1-1

 

 

 

Tag 50% melhores e piores do 1° semestre/2016.

Fala Galera, tudo tranquilo?

Já faz uma semana que fui marcada pela Débora Hellen do blog Meuus Fatos para responder a Tag 50% melhores e piores do 1° semestre/2016.  Então se você não conhece o Blog da Hellen para tudo e corre lá para conhecer, ok?

Então vamos lá! Lets’s go!

1.O Melhor livro que você leu até agora em 2016.

O Menino do Pijama Listrado (Resenha aqui) foi o livro que mais gostei de ler esse ano. Eu não sei como um livro tão pequeno pode conter tanto sentimento e informação em poucas páginas.

2.A melhor continuação que você leu até agora em 2016.

A melhor continuação que eu li esse ano foi Redimida o 12° livro e também o último da série House of Night. Eu acompanhava esse livro desde os meus 13 anos, então é como se despedir de personagens que fizeram parte da minha vida e me acompanharam em diversos momentos.

3.Algum lançamento do primeiro semestre que você não leu, mas quer muito ler.

Vou ser sincera eu li Como Eu Era Antes de Você e não gostei muito, porém me sinto obrigada a ler o livro Depois de Você só para saciar minha curiosidade.

4.O Livro mais aguardado do segundo semestre.

Harry Potter And the Cursed Child vai estrear dia 31 deste mês e eu não aguento esperar. O livro está um pouco caro, mas eu quero mesmo assim, pois cresci lendo e vendo Harry Potter e a possibilidade de uma continuação me deixa muito feliz!

5.O livro que mais te decepcionou esse ano.

Garota exemplar! Eu li esse livro porque todo mundo estava dizendo que era maravilhoso, mas achei uma leitura demorada e a situação bem previsível. Simplesmente não gostei!

6.O livro que mais te surpreendeu esse ano.

Quando comprei o livro O Orfanato da Srta. Peregrina (resenha aqui), eu já tinha uma expectativa muito grande e quando li ele superou tudo que estava esperando. Estou ansiosa pra assistir a adaptação do Tim Burton para o cinema.

7.Novo autor favorito(que lançou seu primeiro livro nesse semestre, ou que você conheceu recentemente).

Ransom Riggs ganhou o meu respeito com um enredo bem elaborado e diferente!

8.A sua quedinha mais recente por personagem fictício.

Em 2010 eu li Jogos Vorazes e essa foi a primeira e única vez que me apaixonei por um personagem, Peeta Mellark é meu grande amor.

9.Seu personagem favorito mais recente.

A linda e maravilhosa Raven da HQ Bear (Resenha aqui). Se ela não achar os pais vou chamá-la para morar comigo!

10.Um livro que te fez chorar esse semestre.

O Menino do Pijama Listrado é uma história que sempre me faz chorar é só eu começar a falar do Bruno para as lágrimas aparecerem.

11.Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre.

Todo o livro que eu leio me faz feliz, por isso sinto que não sou capaz de escolher um.

13.Sua resenha favorita desse primeiro semestre.(escrita ou em video)

O que vou citar não é uma resenha, no entanto foi um post do blog Tudo e Todas as Coisas que me deixou curiosa até hoje! O titulo do post é Em busca do Livro perdido e gira em torno de uma página de um livro que foi achada perdida. Até hoje eu quero saber qual é o livro! (Se alguém descobrir que livro é aquele vai se tornar o Rei ou Rainha do meu coração. Preciso saber de onde saiu essa página!)

14.O livro mais bonito que você comprou ou ganhou esse ano.

O Livro O Muro (Resenha Aqui), foi o mais bonito que eu comprei com um designer maravilhoso e uma história bem elaborada é quase uma obra de arte!

15.Quais livros você precisa ler até o final do ano ou comprar.

Essa lista é grande, mas vou me conter.

  • Castelo de Areia
  • Cidade dos Etéreos
  • Em algum Lugar nas Estrelas
  • Meninas Malvadas

 

Adorei receber a indicação da Tag e agora eu vou indicar outros blogs.

Hoje seria dia de resenha, mas resolvi postar a tag. Então se você gostou deixa sua curtida lá no final da página e comentem sobre o que acharam! Você já leu algum desses livros que eu comentei? Me conta, quero saber!

Beijos e boa leitura!

O que dizer sobre o Kindle?

Fala galera, tudo beleza?

Preciso saber de uma coisa. O que você acha de e-reader? Os tão famosos leitores digitais. Espere um minuto e não saia torcendo o nariz, dizendo que não gosta que prefere o livro material e que essas coisas são inúteis. Mantenha a calma e vamos conversar tranquilamente, pois acredite se quiser eu também já fui assim e jurava de pés junto que nunca teria um e hoje eu estou em um relacionamento sério com o meu Kindle. Então, vamos lá!

É claro que eu prefiro mil vezes o livro físico, o cheiro das páginas e a sensação maravilhosa de segurar um livro, porém apesar deste prazer a cada dia o Kindle vem conquistando o meu coração. Eu possuo o meu Kindle a cerca de 2 anos, e tudo o que a propaganda promete realmente foi comprido e considero essa uma das melhores compras que eu já fiz, com zero de arrependimento.

Atualmente existem três marcas que disponibilizam o e-reader aqui no Brasil, estas são: Kobo, que é disponibilizado pela a livraria cultura; Lev, o leitor digital da saraiva; e é claro o meu amante Kindle, que é disponibilizado pela Amazon. Hoje eu vou me ater a falar do Kindle, pois é o que eu uso diariamente.

A primeira coisa que eu tinha certeza que não iria gostar nos leitores digitais era a iluminação, pois eu pensava que seriam iguais aos demais aparelhos eletrônicos, que ao passar muito tempo lendo neles você acaba sentindo dor de cabeça e ficando com a vista cansada. Mas para minha surpresa o que eu mais gosto no Kindle atualmente é a iluminação. Assim como as demais configurações do aparelho onde você pode personalizar diversas coisas como tamanho das fontes, dicionários e etc., você possui várias opções de iluminações que podem ser modificadas diante da necessidade apresentada.

Uma coisa importante para você saber é que cada leitor digital possui um formato, que pode ser EPUB ou MOBI, no caso do Kindle o formato é o EPUB, ou seja, ele só aceita leituras que sejam deste formato. Existem programas transformam o EPUB para MOBI e vise versa, porém nunca precisei usar já que existem muitos sites que disponibilizam o download neste formato e a própria Amazon possui um acervo que satisfaz todas as minhas necessidades.

No Kindle você também pode ler HQs e mangás, porém o lado ruim é que ele não possui cor nenhuma, então os quadrinhos ficam todos monocromáticos, e por isso eu não leio quadrinhos no Kindle, parece que estou perdendo alguma coisa, sabe? Porém apesar deste detalhe, sua leveza e facilidade de carregar diversos livros de forma leve, que cabe em qualquer lugar, uma iluminação que te permite ler até mesmo quando acaba a luz e uma bateria de longa duração que chega a durar meses, eu não tenho o que reclamar.

Os leitores digitais não se comparam com a experiencia de ter um livro fisíco,no entanto são de grande ajuda no dia a dia.Agora me conta o que você acha dos e-readers? Você tem algum? Fala lá nos comentários estou louca para saber!

Não se esquece de mandar aquela dica de leitura para o meu e-mail alana.s.cruz@hotmail.com e de dar uma passadinha lá no insta @alana.s.cruz .

Beijos e tenham uma boa leitura!

Mania de Explicação

No meu post Leo e Albertina a Anna lá do blog BEMSABEMOS disse nos comentários que ela gosta de falar bacana (e eu também gosto!), então hoje vou começar assim.

Fala Galera, tudo bacana?

Hoje é sexta-feira dia de falar sobre literatura infatojuvenil e vou falar do livro Mania de Explicação. Então vamos lá!

Mania de Explicação é um livro da Adriana Falcão, feito pela editora Salamanca, que conta a história de uma menina que gostava de inventar explicação para tudo. Para ela o mundo era muito complicado, desta forma explicar tudo em sua volta era uma maneira de simplificar e assim entender melhor como as coisas funcionam.

Ao decorrer das páginas vemos essa pequena menina decifrar e entender o mundo, dando sentido às palavras que não conhecia com base em seu conhecimento. Para ela a palavra Apesar significa uma dificuldade que não é grande o suficiente, o sucesso é quando você faz o que sabe fazer só que todo mundo percebe, o pressentimento é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista e a intuição é quando o seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.

SelfieCity_20160714232449_org

De forma simples e sutil, ela vai dando explicações sobre a vida, talvez até você que já seja adulto acabe aprendendo um pouco com essa menina curiosa. Mas vocês querem saber de uma coisa? Ela dá explicação de diversas coisas no livro, mas apenas uma palavra ela não consegue explicar… O AMOR!

A menina que tinha mania de explicação na verdade só queria entender o mundo e explicar de uma forma onde ele ficasse mais bonito. E ela conseguiu toda vez que eu leio essa história o meu mundo fica mais bonito. Então leia esse livro, aposto que seu dia vai melhorar!

Vou deixar uma das minhas explicações favoritos do livro, então pense nisso quando você estiver em momentos difíceis!

“Dificuldade é a parte que vem antes do sucesso.”

Então aguente firme, tudo vai melhorar. Sorria com a menina que tinha mania de explicação e deixe que ela torne o seu mundo mais bonito!

E aí você consegue explicar a palavra amor? Sim ou não? Me diz lá nos comentários!

Eu amo livro infantis então se você tiver alguma dica pode deixar nos comentários ou mandar para o meu e-mail: alana.s.cruz@hotmail.com e não se esquece de me seguir lá no insta @alana.s.cruz.

Vejo vocês na próxima,

Beijos e uma boa leitura.

SelfieCity_20160714233022_org

BEAR

Fala gente bonita,

Hoje eu vou falar sobre Bear que é um quadrinho da Bianca Pinheiro, feito pela editora Nemo. A primeira história que eu li deste gênero foi O Muro e já cheguei a fazer um post dele aqui no blog. Eu achei uma ótima experiência, então embarquei em outros livros do gênero e eu estou ficando apaixonada. Então hoje vamos falar sobre Bear!

Bear é a HQ mais fofa que eu já li, conta a história da linda Raven que se perdeu de seus pais e para achá-los ela pede ajuda a um grande urso marrom chamado Dimas. Juntos os dois irão passar por grandes aventuras e aos poucos vamos ver uma bela amizade crescendo.

O que atrapalha a busca Raven, é que ela não sabe onde é a sua casa e nem como se perdeu de seus pais. Então os dois têm que basicamente desvendar esse mistério sem nenhuma pista para ajuda-los. Raven até tenta fazer um desenho de seus pais, mais não é de grande ajuda…

SelfieCity_20160713084250_org

Eu só li o primeiro volume então não sei ainda qual será o desfecho da história, mas posso afirmar para vocês que não tem como não se encantar. Raven é uma doçura de criança e o Dimas é incrivelmente rabugento, essa mistura um pouco diferente é capaz de arrancar boas risadas. Ao decorrer dos quadrinhos também acabamos vendo diversas menções ao mundo nerd que nos divertem (até Sherlock Holmes dá as caras na história!).

Me ouvi fazendo “awnn” com a fofura da personagem e até mesmo com a própria autora que no final deixa um belo agradecimento aos seus fãs e na última página podemos conhecer mais sobre ela, descobrimos que a Bianca “sonha com o dia em que o um mundo será um musical e todos sairão cantando e dançando em sincronia palas ruas.” (Tão fofa quanto a Raven!).

E só para ficar a dica para vocês, originalmente Bear começou como uma webcomic e se você quiser saber mais, pode clicar em um dos links abaixo.

https://www.facebook.com/bear.webcomic

http://bear-pt.tumblr.com/

http://bianca-pinheiro.tumblr.com/

Um belo designer, uma boa história e personagens incríveis, não tem como ter erro

Leia Bear e ganhe um pouco mais de doçura na sua vida.

Divirta-se!

Se vocês gostaram do post deixem sua curtida ali em baixo, me mandem uma dica leitura para o meu e-mail alana.s.cruz@hotmail.com ou deixem aí nos comentário e corre para dar aquela passadinha lá no meu insta @alana.s.cruz , ok?

Nos vemos entre as páginas da web,

Beijos e boa leitura!

PnXtghO

Olhe Para o Mundo a Sua Volta – pense e reflita

Fala aí galera, tudo tranquilo?

Gente hoje eu vou abordar um tema relacionado às Histórias em Quadrinho, mas o meu objetivo é gerar uma reflexão diante da sociedade em que vivemos. Aqui no Blog Páginas em Branco, tento sempre falar de assuntos literários, porém hoje eu sinto que essa discussão é necessária. Desta forma vou dar uma rápida explicação sobre o assunto que me levou a escrever este post e depois vou entrar com um pensamento que quero propor para vocês. Então vamos lá!

Esta semana saiu a noticia de que o substituto do Tony Stark (Iron Man) será a Riri Williams uma mulher negra. A mudança causou um reboliço na internet e muitas pessoas estão acusando a Marvel de estar cedendo aos defensores dos direitos sociais (como se isso fosse algo ruim). O grande problema criado por alguns fãs é que eles tomam o ato de inserir um personagem negro como um reflexo de vitimização da sociedade atual.

As pessoas que dizem isso simplesmente acreditam que não existe a necessidade de um luta por justiça social, para estes as lutas que nós travamos diariamente são nada mais que uma vitimização das mulheres, negros, homossexuais e de qualquer outro que esteja a fim de correr pelos seus direitos.

Então por favor, pare um segundo e olhe em sua volta. Ligue a TV e me diga quantos artistas negros são protagonistas em filmes, novelas, comercias ou programas de auditório? Quantos professores negros você já viu na sua faculdade? Quantas mulheres e homossexuais que você conhece estão em cargos de poder? Quantos cadeirantes você já viu na rua? Será que realmente não precisamos lutar?

Não podemos continuar fingindo que não existem pessoas excluídas, que vivemos em um mundo perfeito onde todos são iguais, porque isso não é verdade! Temos que começar a tirar o véu da ignorância e encarar a realidade. As mídias nos fazem acreditar que existe uma cor de pele ideal, um cabelo certo e o corpo perfeito, pois a nossa necessidade de se chegar a perfeição é o que move o mercado e é isso que dá lucro.

Vamos encarar a realidade e perceber que atitude da Marvel foi mais do que uma atitude de marketing, foi uma ruptura com os padrões socialmente preditos. Isso é o primeiro passo para que as pessoas comecem a reconhecer e valorizar as diferenças. O mundo não é feito só de uma cor, mas sim de um palheta de cores complexas!

Eu acredito que o fato de colocar uma mulher negra para substituir um personagem de tamanha importância é mostrar que a espaço para todas as pessoas nesse mundo. A Marvel não está seguindo modinha, está fazendo o que todas as indústrias deveriam fazer que é ensinar para a sociedade que podemos sim ser diferentes e possuir os mesmos direitos.

Então pare e reflita: o quanto você acha que somos livres? Será que temos os mesmos direitos?  Pense no mundo em que vivemos e aquele queremos. Vamos colocar o cérebro para pensar, chega de cabeças paradas.

Existe sim uma luta e eu quero lutar por ela! E você?

Gente desculpe pelo desabafo, mas precisamos falar sobre isso. Não dá para deixar de lado… Se você tiver algo para dizer você pode deixar nos comentários ou mandar um e-mail para: alana.s.cruz@hotmail.com , eu também estou no insta: @alana.s.cruz , passa lá e vamos conversar! Só não vamos ficar calados, ok?

Beijo e até a próxima!

 

 

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑