Busca

Garota Exemplar

Fala galera, beleza?

Há algumas semanas atrás, eu recebi um email me questionando o motivo pelo qual eu não gostei do livro Garota Exemplar de Gillian Flynn. Irei deixar o nome da pessoa de fora, porque o próprio me pediu que fosse feito assim. Então, vamos lá!

Eu não me recordo quando foi que comentei sobre este livro aqui no blog, no entanto acredito que tenha sido em alguma tag. A verdade é bem simples, eu detestei esse livro, e nesse texto vou expor minhas opiniões, lembrando que é só a MINHA opinião. Até porque ninguém é obrigado a gostar das mesmas coisas. Enfim… Primeiramente preciso dizer que no inicio da leitura achei a escrita de Flynn interessante e detalhada, só que esse pensamento não durou muito tempo. Ao desenrolar da narrativa a história começou a se tornar desestimulante e tediosa e os elogios que os críticos teceram pareciam não fazer sentido.

Desta forma, enquanto todos diziam que o final era surpreendente, que a narrativa era sedutora e os personagens interessantes, eu estava prestes a me desfazer do livro na primeira oportunidade. No entanto me segurei e me mantive firme na leitura. É claro que não posso me negar que os personagens eram realmente bem detalhados e com uma personalidade rica, no entanto cada página que os conhecia melhor uma raiva dentro de mim era nutrida contra eles. Ao ponto de que em minha opinião o desfecho ideal para eles seria no estilo de tortura de Cães de Aluguel do tio Tarantino e se você já assistiu a este filme sabe muito bem do que estou falando (quem sabe do que estou falando deixa lá nos comentários!). No entanto para a minha tristeza o final não supriu minhas expectativas só me deu vontade de lançar o livro longe.

Assim quando todos me diziam que eu não iria conseguir adivinhar o que estava acontecendo, que era um mistério indecifrável. Eu já tinha entendido tudo estava me perguntando, cadê o mistério? Simplesmente não havia. Em nenhuma das páginas eu encontrava o tão enredo misterioso e sedutor que falavam. Muitas pessoas gritaram no meu ouvido, você não entendeu o sentido real do livro, é um critica sobre o casamento e seus perigos… E a única coisa que posso dizer é que a autora fez um bom trabalho, não estou negando a importância e a influencia deste livro, no entanto ele simplesmente não combinou comigo.

E só para fechar esta conversa e encerrar o assunto, na minha humilde opinião David Fincher fez mágica na hora de adaptar o livro para as telas, mostrando que ele é o cara na hora de dirigir um bom filme e fazendo um ótimo trabalho assim como fez em Clube da Luta, A Rede Social, Se7en e Millennium. David Fincher mora no meu coração.

Então gente, por hoje é só. Me contem nos comentários o que vocês acham do livro e do filme, mesmo que sejam opiniões que discordam da minha eu gosto de saber, então me falem! Estou curiosa… Não se esqueçam de dar aquela curtida no fim da página e nos vemos no próximo post.

Beijos e boa leitura!

Anúncios

Coleção Itaú: TATU-BALÃO

Fala galera, Beleza?

Neste post vamos continuar falando da Coleção Itaú, se você ainda não viu meu outro post e nem sabe o que é essa coleção é só clicar em Fundação Itaú Social: Leia para uma criança. E aí já clicou? Ok! Então vamos lá! Hoje eu vou falar de um dos livros da minha Coleção Itaú. O livro se chama Tatu-Balão, de Sônia Barros.

O livro conta a história de um Tatu-Bola que sonhava em voar como um balão. Para conseguir alcançar os céus, todo dia ele subia uma montanha e quando chegava ao topo ele pulava. No entanto, não importava se fazia sol ou se ventava toda vez que o tatu-bola pulava ele não voava, só rolava.

Quando já estava cansado e praticamente desistindo de voar, ele encontrou com o menino Damião, que resolveu mostrar ao tatu-bola como era soltar pipa. Vendo a pipa no ar o tatu teve a brilhante ideia de como faria para voar, se agarrou na pipa e com o ventou cruzou o céu azul. Em um dia de sol ele realizou o seu sonho e o Tatu-bola virou Tatu-Balão. Além de voar ele ainda conseguiu mais um motivo para sorrir, pois ele terminou a história com uma amizade muito especial!

De forma simples e em rima, o livro de Sônia disponibiliza uma forma de discutir com a criançada o quanto é importante persistimos em nossos sonhos e desejos mais profundos. E essa leitura também serve para aqueles que já são adultos, e que às vezes esquecem que realizar a nossas metas pode ser difícil, mas a vida realmente não é fácil e o que faz a diferença é como nós agimos diante das oportunidades. Pois os seus limites quem dita é você, não deixe de correr atrás de sua felicidade.

20161007_112903_mh1475920634119

SEJA UM TATU-BALÃO

Então por hoje é só isso, e aí vocês estão perseguindo os seus sonhos? Me contem nos comentários e não se esqueçam de dar aquela curtida no fim da página. Nos vemos no próximo post.

Beijos e boa leitura.

TAG: 15 FATOS SOBRE MIM

Gente hoje eu vou responder a tag da Patricia do blog Realize Criativo e se você ainda não conhece, então pare tudo o que esta fazendo e vai dar uma olhada e depois volta. Ok? Já foi? Então vamos continuar. Let’s GO!

15 fatos sobre mim…

  1. Tenho um álcool em gel em cada uma das minhas bolsas.
  2. Se você quiser me irritar é só fazer barulhos repetitivos.
  3. Quando fico com fome ou sono, me torno uma pessoa horrível.
  4. Adoro assustar as pessoas fingindo que falo com espíritos.
  5. Sou fissurada pelos filmes do Quentin Tarantino.
  6. Amo assistir os mesmos filmes e séries várias vezes seguidas. Nunca me canso…
  7. Meu lado criativo só funciona a noite.
  8. Amo assistir doramas ( novelas asiáticas).
  9. Meus personagens preferidos são sempre os vilões.
  10. Coloco bacon em toda comida que faço (bacon é vida!).
  11. Amo cachorros e crianças (obs.: os dois são bem parecidos…)
  12. Não saio sem um livro ou o kindle na bolsa.
  13. Sou tipo de pessoa que gosta de assistir filmes em total silêncio.
  14. Sou incapaz de improvisar, tudo que faço é planejado.
  15. Odeio lagartixas e tenho quase certeza que elas possuem um plano maligno para acabar com a minha vida.

Depois de responder isso, acho que sou um pouco estranha. Mas só um pouco.

Enfim… Agora eu quero saber as curiosidades de outros blogs, então vamos aos meus indicados:

 

Então gente, contem lá nos comentários algumas curiosidades de vocês. Não esqueçam de deixar o seu curtir e de visitar os blogs que eu citei neste post. Ok?

Então vejo vocês no próximo post.

Beijos e fui…

 

Fundação Itaú Social: Leia para uma criança

Fala galera, belezinha?

É verdade que eu sumi, no entanto hoje estou voltando para contar algo muito importante para vocês. Quem aqui já ouviu falar do Itaú Criança? Sim? Não? Mais ou menos?Então para aqueles que não sabem o Itaú Criança faz parte de uma ação social feito pelo banco Itaú, com o objetivo de dar uma vida melhor para os pequenos. Um desses projetos é o “Leia Para Uma Criança”. Todo o ano a Fundação Social do Itaú abre a oportunidade de inscrição e qualquer pessoa pode se escrever para ganhar em sua casa dois livros novinhos da literatura infantil.

Como funciona? É simples, é só você jogar no Google “Itaú Criança”, clicar no link e quando você for direcionado a página do projeto, na parte de cima vai estar escrito “Peça a Sua coleção” é onde você deve clicar novamente. E pronto, depois disso é só você fazer sua inscrição. No entanto se você estiver com preguiça é só dar um clique aqui que você vai ser direcionado diretamente para página.

Então, depois de fazer a inscrição é só esperar o livro chegar. Sem pagar nada a sua única obrigação é ler para uma criança. E porque ler para uma criança? É simples a leitura é forma lúdica de ensinar, de enriquecer o vocabulário, estimula a criatividade e como eu sempre digo ter um livro nas mãos é ter liberdade. Aqui no blog eu já falei algumas vezes da importância da literatura infantojuvenil, se você ainda não leu é só clicar em Literatura Infantojuvenil e dar uma olhada rápida.

976x1378_entenda2015

Então peça já a sua coleção Itaú, e leia para o seu filho, irmão, sobrinho, aluno, simplesmente leia para uma criança e torne o mundo melhor!

.

Por hoje é só. Eu sumi… Eu sei, mas agora eu vou voltar com tudo ok? Vou fazer resenhas dos livros que me indicaram e responder as tags em que fui marcada. Deixem seu comentário, estou louca para saber se você já conheciam essa iniciativa e se já têm algum livro desta coleção!

Beijos da sumida e não se esqueçam de ler para uma criança.

Livros, sonhos e liberdade

Fala gente,

Desde pequena sempre tive o hábito de ler, pois minha mãe como professora me estimulava ao máximo a mergulhar no mundo da leitura. Ela me ensinou a ler com o Ziraldo, depois me apresentou ao Pedro Bandeira e mais tarde, quando eu já era grande o suficiente para fazer as minhas próprias escolhas ela me apresentou ao Augusto Cury. Com esses autores que marcaram as fases da minha vida, eu me autodescobri, me reconstruí e sobrevivi. Me autodescobri porque eles foram um reflexo de mim mesma, me reconstruí porque eles me fizeram pensar em quem eu queria ser no futuro e sobrevivi porque suas palavras me fizeram viajar e muitas vezes me salvaram solidão.

Já perdi as contas das pessoas que me acusaram de ser antissocial por preferir a companhia de bons livros do que de pessoas. Mas na verdade ninguém nunca entendeu os meus motivos e pensamentos. O ser humano sempre pode ser ruim e os livros não possuem essa capacidade. Ler é um ato puro, ingênuo e único e ao mesmo tempo é malicioso e cheio de significados. Será que vocês me entendem? O que eu quero de dizer é que os livros me fizeram chorar, rir, temer, ter esperança e raiva, porém nunca me machucaram. Já as pessoas… não posso dizer a mesma coisa…

No meu ginásio eu sofri, fui empurrada, ignorada e xingada. Sempre muito tímida eu nunca tive coragem de me defender. Eu sofri e chorei durante quatros anos, desenvolvi crise de ansiedade generalizada e depressão. Acreditei e aceitei quando disseram que eu era insignificante. E durante todo esse período me oprimi e minha única tranquilidade era quando mergulhava nas páginas de um livro e nele achava a capacidade de sorrir.

Agora eu sei que não sou melhor, nem pior do que ninguém. Eu sou assim… Essa sou eu, sou tímida, amo escrever, ler e dançar nas músicas que eu gosto. Sou Nerd, para mim tudo tem que ter um sentido e uma razão. Essa sou eu! E quem é você? Eu espero que você seja feliz, sorria muito, eu espero que você se ame, eu espero que você seja quem você quiser ser. Não deixe que ninguém diga quem é você, nunca aceite que te limitem e que digam onde é o seu lugar. Isso só você pode saber…

Eu busquei nos livros o conhecimento para crescer, melhorar e lutar pelos meus sonhos. Tenha um livro em suas mãos e oportunize para que outros também possam ter. Ler é ser livre, é ter poder e é conhecimento. Leia sozinho, com alguém, simplesmente leia! E toda vez que estiver em um momento difícil lembre-se que você pode ser feliz, se desprenda das amarras e ponha-se em novas experiências, experimente, atreva-se e se abra para um novo mundo de possibilidades que está a sua frente, não tenha medo de se libertar e de liberar suas ideias, pois tenha em mente que o conceito de liberdade está dentro de você e não no mundo, e o mundo não pode te dizer se você é homem ou mulher, feio ou bonito, se você se encaixa ou não. Ou seja, o que você é só você pode dizer, não tenha medo de ser diferente e não se entregue aos padrões, você tem direito de se amar, amar quem você quiser, e ter fé no que você quiser crer, você tem o direito a sua felicidade, é claro desde que você não prejudique outra pessoa. Mesmo que não sejamos completamente livres, lembre-se de uma coisa que eu sempre gosto de dizer em voz alta:

SE LIBERTE, E ACHE A LIBERDADE QUE ESTÁ DENTRO DE VOCÊ.

SÓ VOCÊ PODE DIZER QUAL É SEU LIMITE.

 

Beijos e seja forte apesar de todas as dificuldades!

 

O Apanhador No Campo de Centeio

Fala gente bonita, vocês já ouviram falar do Apanhador No Campo de Centeio? Sim? Não? Talvez? Então, hoje nós vamos conversar sobre Holden o personagem principal e também narrador da história. Então vamos lá!

Primeiramente preciso falar que minha motivação para iniciar a leitura foi porque sempre ouvi muitos comentários negativos pelo fato de alguns assassinos famosos terem tido esse livro como o preferido. Inclusive o assassino de John Lennon quando foi preso estava lendo esse livro. Então a curiosidade bateu e algo chamado promoção também, então resolvi arriscar e ler para descobrir o que levava assassinos a lerem e amarem a história. E vocês não vão acreditar o que eu descobri. Eu descobri… Nada! Isso mesmo, não tem nada que fosse capaz de levar alguém a matar, o livro até tem algumas frases reflexivas e motivadoras e talvez uma pessoa que já tenha uma propensão a se tornar um assassino poderia sentir algum efeito, no entanto realmente não tem nada demais.

Enfim, apesar de não ter nada que tenha me chocado, eu achei que essa foi uma das leituras mais incríveis e fáceis de ler. Já que J. D. Salinger tem uma escrita simples e cativante que te induz a ler de uma forma que quando o livro termina você pensa: “ué, já acabou?”.

Não é à toa que este Romance se tornou um dos mais famosos e vendidos da história. Acredito que facilmente as gerações dos anos 50, 60 e 70 tenham se identificados com o personagem, já que Holden Caulfied parece real. Em diversos momentos do livro tive a sensação de que Holden fosse real e talvez até um amigo ou conhecido de alguém. Já que ele apresentava características em comum com jovens de diversas gerações.

Individualista, rebelde e contestador, vive em busca de prazer sem sentir culpa, tem sempre uma opinião para dar sobre as pessoas a sua volta; essa é uma parte de Holden, uma parte que qualquer um pode se identificar. No entanto ele ainda apresenta uma complexidade muito maior e para ser sincera eu nunca vi um personagem tão elaborado e rico de detalhes (apenas nos filmes do Tarantino vi personagens tão complexos). O outro lado de Holden é mais sombrio, mostra um jovem depressivo, entediado, com pensamentos suicidas e às vezes violentos.

Esse lado obscuro pode ser explicado por uma história um pouco conturbada. Acontece que Holden perdeu seu irmão mais novo que morreu de leucemia e ele ainda lida com um complexo de inferioridade quando se compara com seus irmãos, que pela as palavras dele, são talentosos e inteligentes. A cada página nos deparamos com um personagem tão intenso e solitário que chega a marcar quem está lendo. Os únicos momentos que Holden não aparece de forma depressiva é quando ele fala de sua irmã mais nova Phoebe, que é o pingo de humanidade e paz que resta nele.

 Não existe nada no mundo que o agrade e tudo o irrita. Holden não vê sentido no cinema ou nas pessoas e acho que é aí que entra o título do livro. Em algum momento da história ele diz que quer ser O Apanhador do Campo Centeio e para mim isso significa que deseja dar um sentido para vida fazer algo de importância. Holden queria ser mais do que uma simples pessoa ou estudante. Ele queria ser diferente e queria um mundo diferente.

E vamos falar a verdade todos nós queremos um pouco isso. Queremos dar um sentido para as nossas, queremos mudar algo no mundo e dentro das pessoas.  Todos nós talvez tenhamos um pouco do Holden Caulfied. Só que quando descobrimos que causar essa mudança é difícil e às vezes parece até impossível, desistimos e acabamos ficando deprimidos como Holden. Só quem tem algo que foi dito no livro que eu gostei muito, ele diz assim:

“[…] os homens instruídos e cultos, se de fato tiverem brilho e capacidade criadora […] tendem a deixar registros infinitamente mais valiosos do que aqueles que apenas têm brilho e capacidade criadora. Tendem a se expressar com mais clareza e, geralmente, têm a paixão de desenvolver seu pensamento até o fim.”

(p. 225)

Então se você tem um sonho ou uma ideia para mudar o mundo, faça a sua parte, corra atrás, lute e estude. Pois eu realmente acredito que todos nós somos capazes de transformar e alcançar o que desejamos, basta termos conhecimento para isso. Não desista você é capaz, e mesmo que você esteja cansado de tudo que vemos na TV, ruas e internet, não desista! Tenha esperança até o fim.

Desculpem pelo texto um pouco longo, é que esse livro mexeu comigo. Me digam o que acharam nos comentários e se gostaram deixem sua curtida e se tiverem tempo leiam esse livro.

Beijos tenha uma boa leitura e sorria até nos momentos difíceis!

 

O que dizer sobre o Kindle e amostras grátis?

Fala galera, quem aqui gosta de amostra grátis?

Eu não sei se em outros municípios tem isso, mas aqui no Rio alguns camelôs que passam vendendo pacotes de bala no ônibus dão uma amostra grátis do produto que eles estão vendendo, aí você experimenta e vê se quer comprar.  E vamos falar a verdade quem não ama amostra grátis? Seja de perfume, comida ou qualquer outra coisa, se for grátis já está bom!

Agora você deve estar se perguntando o motivo pelo qual estou falando de amostras grátis em um post sobre o Kindle. Não se estresse, eu já vou falar! Só que antes eu quero duas coisas de você, primeiro se ainda não leu o meu último post sobre o assunto corre lá para ler, é só clicar em cima do azulzinho “O que dizer sobre o Kindle?”. Já foi? Então vamos para segunda, eu quero que você se imagine comendo uma amostra de bala, ou sentindo o cheiro de uma amostra de perfume. É bom não é? E se eu te dissesse que no Kindle você pode ter pequenas amostras grátis de livros? O que você acha? Bem eu acho ótimo e por isso eu baixo todas.

As amostras grátis facilitam a nossa vida e nos ajudam a fazer uma compra de qualidade, pois com isso ganhamos a oportunidade de experimentar a linguagem do autor, conteúdo do livro e ajudam a perceber se é atrativo como leitura. Porém como nem tudo é perfeito, algo que pode ajudar a fazer uma compra mais saudável também pode levar a falência. Isso acontece por um simples motivo você acaba lendo todas as amostras e acaba querendo todos os livros (obs.: esse é meu caso!).

Eu sou mão fechada para comprar qualquer coisa, agora se eu vejo uma promoção de livro ou um livro qualquer, cadê controle? Viro consumista na mesma hora e quando chego em casa cheia de bolsa penso “Meu Deus eu fiz isso de novo”. Compro mais livros do que posso ler e não me orgulho disso. Só que o Kindle me ajuda com essa loucura, por três simples motivos:

1º nada de lotar estante: quem nunca chegou em um momento na vida de não ter mais onde colocar livro? (obs.: eu não fico chateada com estante lotada!).

2° nada de peso: o Kindle é super leve e cabe em qualquer lugar, por isso você pode carregar uma biblioteca sem doer as costas!

3° preços maravilhosos e adoráveis: os livros digitais são mais em conta do que os físicos e ainda por cima sempre têm alguma promoção. Então se você for dar a louca, sair baixando todas as amostras grátis e depois quiser comprar tudo pelo menos vai sair um pouco barato.

Apesar das brincadeiras que falei, não saia por aí comprando livros loucamente, compre de acordo com sua condição, ou seja, com a quantidade de Money que você tem na carteira. Ok? Viva loucamente, mas não perca o controle.

Enfim,diga-me… gostou do post? Se gostou deixe sua curtida no final da página e me conta nos comentários o que você achou do post? Gosta de amostras grátis? Já têm um Kindle ou outro e-reader? Sim? Não? Me conte, quero saber. E se quiser falar comigo sem ser nos comentários mande aquele e-mail esperto que eu adoro receber para alana.s.cruz@hotmail.com ou me procura lá no insta @alana.s.cuz . Ok?

Eu ainda vou fazer outros posts sobre o kindle, então fique atento!

Beijos e boa leitura!

 

 

Máquina de Armas

Fala aí, tudo bem?

Ontem foi terça, era dia de resenha e não postei nada, pois graças ao meu professor da faculdade que resolveu passar quatro trabalhos no domingo para serem entregues na terça, ou seja, tive que fazer o resumo de um livro e de dois artigos, comentar todas as leis relacionadas ao ensino de Libras e fazer uma resenha do filme O Milagre de Anne Keller, se você não assistiu esse filme assista é muito bom! Enfim, não deu tempo e por isso apareci aqui hoje para falar do livro Máquina de Armas do autor Warren Ellis, que é um escritor de HQ e graphic novel. Então se você não conhece ele dá um crtl+c ctrl+v e faz uma pesquisa rápida no Google. OK? Vamos lá!

MÁQUINA DE ARMAS

John Tallow é um policial viciado em livros de histórias que perdeu um parceiro que era seu único amigo e agora está de frente com um caso mais complicado da policia de Nova York. Acontece que no mesmo caso em que Tallow perdeu seu parceiro, ele achou um quarto cheio de armas e todas fizeram parte de crimes não resolvidos.

 Por vinte anos o assassino cometeu crimes e nunca foi pego. Agora John Tallow deverá lidar com a morte de seu amigo e  resolver centenas de casos, mas para isso ele vai precisar da ajuda dos peritos mais loucos e maravilhosos.

Máquina de Armas é um suspense maravilhoso. Em alguns momentos eu fiquei meio entediada, porém sempre acontecia alguma coisa que me fazia amar a história novamente. O que mais gostei do livro foram os personagens, todos eram incrivelmente cativantes e com muita personalidade.

Além de Tallow, conhecemos os peritos Bat um cara maluco, que tem um intestino muito instável e é um nerd da informática e Scarly que gosta de implicar com todo mundo e é casada com Talia. Todos os personagens me levaram a dar boas risadas, os três juntos formam uma mistura muito esquisita e que dá muito certo!

Todo o livro é muito bem detalhado e as cenas de violência são expostas sem medo de dar errado. A mistura de humor, suspense e violência foram perfeitas e deram um toque especial. Há muito tempo eu não lia o livro do gênero que me agradasse tanto, simplesmente cativante. Se você gosta de livros de policial essa é uma boa dica!

Então gente, por hoje é isso se gostou do post deixe a sua curtida no final da página e me conte lá nos comentários se você gosta de livros de suspense e se já leu algum. Não se esquece de dar aquela passadinha lá no meu insta @alana.s.cruz e mandar um e-mail para alana.s.cruz@hotmail.com me dando uma dica de livro, ok?

Beijos e boa leitura!

O que dizer sobre os livros dos youtubers?

Fala gente, tudo bem?

Atualmente as pessoas andam reclamando de tudo às vezes com razão e às vezes sem. Qualquer coisa que cai na rede pode vir acabar tomando proporções maiores do que deviam, transformando a internet em um território perigoso. Todos parecem ter uma opinião e querem impor suas ideias. O problema não está em ter uma opinião, mas sim em transmitir de forma agressiva e indevida, considerando-se o detentor da verdade absoluta e é triste perceber que tal situação vem alcançando o mundo literário como temos visto acontecendo com os polêmicos livros dos youtubers.

Diversos amigos puxaram essa discussão comigo e hoje quero trazer para você. Então me diga:

O que você acha dos livros dos youtubers?

Para ser sincera eu ainda não tive interesse de iniciar uma dessas leituras, mas essa discussão vem chamando a minha atenção já há algum tempo. Muitos leitores se mostram estar revoltados com a produção desses livros, alegando que estes possuem pouco conteúdo e que são irrelevantes de forma geral. Então vamos lá!

Aqueles que se opõem a produção desses livros alegam além da falta de conteúdo, que eles são somente um meio de se ganhar dinheiro. O que não deixa de ser uma verdade, já que vivemos em um mundo capitalista onde trabalhamos para ganhar dinheiro; ganhamos dinheiro para comprar; compramos e consequentemente fazemos dividas para que assim sejamos obrigados a trabalhar em uma carga horária maior para conseguirmos mais dinheiro.

Então sim as grandes empresas estão percebendo que o youtube é uma boa fonte de renda e estão querendo arrecadar com isso. Tinha uma época onde todo livro havia bruxos, depois vampiros e agora estamos em um período onde os livros se passam em um futuro apocalíptico, então qual é o problema se temos livros que falam de youtubers?

Eu não vejo problema algum, já que esses livros possuem a capacidade de introduzir novos leitores ao mundo literário. No Brasil ainda possuímos muitos jovens sem interesse em ler, então se existe um livro que possui a capacidade de atrair os adolescentes, então qual seria o grande problema?

Na minha humilde opinião todos se preocupam demais com a vida dos outros e penso que se você não quiser ler um desses conteúdos é só não comprar, é uma escolha tão simples. Não existem motivos para todos ficarem se atacando e distribuindo ódio gratuito. O nosso mundo já anda bem caótico, então vamos começar a deixar que a internet, livros e etc. sejam a nossa distração e não um campo de guerra!

Se você gostou do post deixe sua curtida no final da página e me conte nos comentários o que você acha desse assunto ou se você já leu algum!

Beijos e boa leitura!

Blog no WordPress.com.

Acima ↑